GAF

GAF mostra notoriedade do agronegócio brasileiro para o mundo, diz Temer

“O Global Agribusiness Forum” é um evento de amplitude internacional, que mostra a notoriedade do agronegócio brasileiro para o mundo. Foi o que afirmou o presidente da República, Michel Temer, na manhã desta segunda-feira (04), em seu discurso, durante a abertura do GAF 2016. Organizado pela Datagro, o evento acontece entre hoje e amanhã em São Paulo (SP).

Segundo Temer, devido ao perfil dos palestrantes e da audiência, o GAF é formador de opinião. E isso, de acordo com o presidente, é importantíssimo, já que as autoridades e executivos estrangeiros, que participam do evento, levarão aos seus países informações sobre a realidade e as particularidades do agronegócio brasileiro. O setor responde, por exemplo, acentuou Temer, por parte expressiva das exportações brasileiras, bem como contribui de maneira significativa para o Produto Interno Bruto (PIB) e para a geração de empregos. “O Brasil deve muito à agricultura”, destacou o presidente.

De acordo com Temer, o que o Brasil precisa, para voltar a atrair investimentos e crescer, é resgatar sua credibilidade. E ao trazer especialistas, autoridades, empresários estrangeiros, pontuou o presidente, o GAF cumpre um papel importante nesta missão ao colocar o agronegócio brasileiro sob o holofote dos tomadores de decisão internacionais.

Temer sublinhou que é inegável que assumiu o País em um momento difícil, e que trabalha com a missão de pacificar a nação. O presidente disse, também, que neste curto período de sua gestão já conseguiu, por exemplo, resgatar a conexão entre os poderes executivo e legislativo, como esforço para dar celeridade às políticas públicas necessárias para reativar o crescimento do País.

Em sua fala, Temer garantiu, ainda, que, caso permaneça na Presidência – com a efetivação do impeachment  da presidente afastada -, não pretende se candidatar em 2018, já que, segundo ele, terá cumprido sua missão.