GAF

Maior demanda futura do mundo será por água, afirma Alan Bojanic

 

“O mundo do futuro terá uma população muito maior que a atual e apresentará grandes e novas demandas. É importante lembrar que ainda há muitas pessoas que não conseguem satisfazer as necessidades básicas de segurança alimentar”. A afirmação é do representante da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura) no Brasil, Alan Bojanic, que será um dos mediadores do Global Agribusiness Forum 2016 (GAF16). O evento será realizado nos dias 4 e 5 de julho, em São Paulo (SP).

“Para o futuro vamos precisar de mais alimentos, madeira, minerais e de muitos recursos naturais e, de todos eles, água é a principal”, pontua.

O encontro internacional reunirá grandes expoentes da agricultura mundial para discutir o tema “Agropecuária do Amanhã: Fazer mais com menos – Disseminando as bases do desenvolvimento sustentável”. “Para garantir o abastecimento futuro com os recursos que já temos, vamos ter que fazer mais com menos”, concorda Bonajic.

Ele acrescenta que isto significa “ter mais eficiência, intensificar a produção para que, a partir de um hectare de uso agrícola, possamos produzir três vezes mais do que produzimos hoje, mas sem contaminar, sem ter grandes emissões de gases de efeito estufa, sem degradação de terras e sem afetar os recursos aquícolas”.

 

DESAFIO

Na opinião de representante da FAO no Brasil, este é um grande desafio: “Por isso, é muito oportuno o tema desse evento, justamente para debater como podemos melhorar as tecnologias e definir políticas para reduzir a contaminação e a degradação dos recursos naturais, além de produzir com sustentabilidade”.

Segundo Bojanic, no mundo há pessoas que já estão cientes e trabalhando neste desafio: “Precisamos fazer muito mais, no que diz respeito à conscientização, para que realmente possamos fazer dos objetivos de desenvolvimento sustentável uma tarefa de todos, e tornar essas metas uma referência para o mundo inteiro, incluindo pessoas que não têm nada a ver com a política, com as decisões, ou seja, o cidadão comum, para que todos possam mudar as nossas atitudes em relação ao uso dos recursos naturais em conjunto com necessidade de aumento da produção”.

 

FÓRUM

Outros 40 líderes e especialistas, presentes ao Global Agribusiness Forum, vão debater assuntos como a promoção comercial, o desafio de abastecer o mundo; a produção sustentável, as projeções globais para a agricultura até 2050, entre outros. Entre eles estão José Manuel Silva Rodríguez, ex-diretor geral de agricultura da Comissão Europeia; Juan Carlos Marroquín, presidente da Nestlé Brasil; Julius Schaaf, ex-presidente da United States Grains Council e Maizall; e Maurício Antônio Lopes, presidente da Embrapa.

“Vamos promover uma discussão com grandes líderes globais. Debateremos aumento de produtividade, eficiência operacional com formação de mão de obra e infraestrutura”, afirma Plinio Nastari, o presidente da Datagro, uma das empresas realizadoras do evento. “O que será debatido no GAF16 não preocupa somente a sociedade rural, mas também a sociedade mundial”, comenta Gustavo Junqueira, presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB).

Fonte: SNA

Link: http://sna.agr.br/maior-demanda-futura-do-mundo-sera-por-agua-afirma-alan-bojanic/